Emagreça de Forma Definitiva em apenas 6 semanas.
Perca a Barriga com 21 minutos por Dia
Clique Aqui e veja o Vídeo Gratuíto

Como interpretar os testes de glicemia no diagnóstico de diabetes

As solicitações dos exames de glicose e curva glicêmica, bem como da sua interpretação vem sendo objeto de grandes controvérsias e de disputas entre médicos, pacientes e laboratórios.

Parte da dificuldade pode ser explicada pelo período que estamos passando e, sobretudo pela velocidade com a qual a informação caminha e tem mudado nos últimos anos. Assim estamos convivendo desde formas de solicitações e interpretações de exames dos primórdios da bioquímica, até mudanças ocorridas recentemente em 2005.

Vale á pena lembrar que os primeiros testes de sobrecarga de glicose datam de 1958 e foram padronizadas segundo os critérios do bioquímico 0`Sullivan, quando ainda não tínhamos as diretrizes das grandes organizações mundiais da saúde, nem os consensos das atuais sociedades científicas no mundo inteiro que trabalham com as chamadas evidências clínicas e epidemiológicas.

Uma outra razão da confusão diz respeitos aos chamados valores normais, bem como as determinações de glicemias realizadas fora do desjejum.
O que desejamos neste despretensioso relatório é esclarecer algumas dessas dúvidas, apontando os conceitos mais recentes.


1. COMO AS GLICEMIAS OU AS CUVAS SÃO PEDIDAS


Segundo os laboratórios de patologia clínica, os médicos costumam solicitar exames de glicemia das mais variadas formas.

Entre elas:

• Curva glicêmica clássica – geralmente se refere à determinação das glicemias nos tempos de jejum, 30,60,90 e 120 minutos. É forma mais tradicional de pedido e provavelmente o seu solicitante vai interpretá-la segundo os critérios estabelecidos pelo O´Sullivan. Havia pontos de corte para cada um desses tempos e muitas vezes se utilizava um sistema de pontos para separar os diabéticos, dos não diabéticos ou suspeitos de se serem diabéticos Os pré diabéticos.


• Curva glicêmica prolongada – tal como a anterior, mas se prolongava até os 180 minutos (3 horas) com o objetivo de se detectar hipoglicemia tardia, que para os conceitos da época era um sinal de provável diabetes no futuro. Os critérios de interpretação são os mesmos anteriores.

• Curva glicêmica simplificada – este é um pedido que os médicos efetuam ou efetuavam quando não queria traumatizar muito os seus pacientes. Se referia às dosagens de jejum e 120 minutos, com a interpretação dos respectivos valores. O de 120 minutos não deveria ultrapassar 140 mg/dL. Alguns mais exigentes diziam que deveriam ser iguais aos valores da glicemia de jejum


• Variante destas denominações é chamar estes exames de Testes de Tolerância à glicose ou de testes de sobrecarga de glicose ou de dextrosol, etc.


É preciso deixar bem claro que os testes assim realizados foram revolucionários para a sua época, porque introduziram um conceito dinâmico para o metabolismo da glicose e datam ainda do desenvolvimento das primeiras técnicas de dosagens de glicose plasmática. Uma segunda geração destes testes ocorreu quando se passou a dosar a chamada “glicose verdadeira” e os valores das glicemias caíram quase de 10 %. Muitos dos atuais médicos foram contemporâneos destes conhecimentos e com eles fizeram excelentes diagnósticos e acompanhamentos dos seus pacientes. Mais do que isso passaram aos seus discípulos esses ensinamentos que continuam a ser praticados em todas as partes do mundo.

Nos anos mais recentes vimos um extraordinário desenvolvimento dos métodos epidemiológicos, programas estatísticos mais poderosos, os estudos baseados em evidências, os “trials” clínicos, o fortalecimento dos consensos nacionais, o surgimento da informática, os glicosímetros, as dosagens de insulina, de anticorpos, do peptídeo C etc,

Como conseqüência, temos visto mudanças nos critérios de diagnóstico com muita rapidez, tornando o ambiente muito confuso. Médicos, laboratórios e pacientes muitas vezes divulgando e interpretando resultados de formas até conflitantes. E entramos na moda do “diabetes leve, quase diabetes, um inicio de diabetes, pré-diabetes, intolerância à glicose, etc, síndrome metabólica, resistência à insulina, etc.”.

2. Como o estudo do metabolismo glicídico deve ser pedido e realizado.

Aqui precisamos entender quem é quem neste jogo, quais as entidades que tem um papel ativo e quem determina a forma e os valores das interpretações. As autoridades mais representativas são:

• Organização Mundial de Saúde (OMS);
• Associação Americana de Diabetes (ADA);
• A International Diabetes Foundation (IDF);
• A Associação Européia de Diabetes (ESAD);
• No Brasil a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD).

Para se determinar os pontos de corte, ou seja, quais os valores que devem ser considerados normais ou alterados são necessários estudos epidemiológicos acompanhando grupos de indivíduos de ambos os sexos por um longo período de tempo. Durante este tempo algumas pessoas continuam com valores normais, mas outras podem evoluir para o aparecimento de diabetes. Além disso, estes valores são correlacionados com o surgimento de doenças cardiovasculares.
A partir de modelos matemáticos são determinados os pontos de corte para a interpretação das curvas.

Fica claro que a definição dos valores das glicemias tanto de jejum como no teste de tolerância à glicose passam por uma rigorosa metodologia científica e não são resultados de simples observação clínica. Para complicar, as entidades acima mencionadas têm discordância nestes pontos de corte, embora a longo prazo caminhem para uma convergência de interpretação, de nomenclatura e das técnicas de realização dos testes.

A Associação Americana de Diabetes em 2003 publicou os seus critérios que levam em consideração usando uma simples determinação de jejum ou um “TESTE DE TOLEÃNCIA Á GLICOSE.
Os critérios de interpretação são:

GLICEMIA DE JEJUM (após 8 horas de jejum)


Glicemia plasmática (mg/dL)

Diagnóstico

Até 99mg/dL Normal
100 – 125 mg/dl Pre-diabetes (intolerância à glucose de jejum)
126 mg/dL e acima.
Diabetes*
* A ser confirmado pela realização de uma nova glicemia em outro dia

TESTE DE TOLEÂNCIA À GLICOSE

Este teste tem maior sensibilidade que a glicemia de jejum, mas tem o inconveniente de necessitar de duas coletas de sangue e uma espera de 2 horas no laboratório. Para a sua realização é necessário um jejum de 8 horas e a ingestão de 75 g de glicose anidra. A interpretação do teste pode ser visto na tabela abaixo.


Glicemia(mg/dL) 2 horas após a ingestão de 75 g de glicose.

Diagnóstico

139 mg/dL e abaixo Normal
140 to 199 mg/dL Pre-diabetes (intolerância à glicose ou pré-diabetes)
200 mg/dl e acima Diabetes

DIABETES GESTACIONAL

Com relação ao diagnóstico de diabetes gestacional as normais atuais da Associação Americana de Diabetes são:

• Uma glicemia de jejum acima de 126 mg/dl ou uma glicemia feita fora de jejum acima de 200 mg/dl faz o diagnóstico de diabetes mellitus; os testes precisam ser confirmados num outro dia.
• As mulheres que tem uma forte história familiar, ou suspeita clínicas devem se submeter entre a 24 e 28 semanas a um teste de sobrecarga com 50 g de glicose. Uma glicemia acima de 140 mg após a primeira hora faz o diagnóstico em 80 % da mulheres com suspeita de diabetes gestacional . Em caso de dúvidas deve se realizar um teste de sobrecarga com 100 g de glicose. Neste caso a interpretação é a seguinte:

- Jejum até 95 mg/dL
- 1 hora até 180 mg/dL
- 2 horas até 155 mg/dL
- 3 horas até 140 mg/dL

O diagnóstico de diabetes mellitus gestacional é feito quando 2 ou mais destes valores estão fora dos limites.


GLICEMIA PÓS-PANDIAL


A glicemia pós-prandial não é sugerido como um teste diagnóstico mas apenas de controle. Deve ser realizado, 1 a 2 horas após qualquer refeição e o valor desejado para a glicemia capilar é de no máximo 180 mg/dl.



Aprenda a Importar Roupas de Marca com até 80% de desconto

Vídeo Secreto Mostra Que Ao Comprar Roupas De Marca Nos EUA Você Paga Até 3x Mais Barato Do Que Aqui No Brasil.

Aprenda Como Importar Roupas e pagar um valor médio de R$ 40,00 em peças originais da Tommy Hilfiger, Lacoste, Hollister, Abercrombie, Ralph Lauren, Ed Hardy, Armani, Hugo Boss, e muito mais, além de descobrir como revender esses produtos tendo uma margem de lucro superior a 300% em cada peça. O autor do curso indica ainda que este método foi testado e aprovado, e que em caso de insatisfação, terá seu dinheiro de volta.

Clique aqui e veja o vídeo

19 thoughts on “Como interpretar os testes de glicemia no diagnóstico de diabetes

  1. FIZ EXAME DE SANGUE PARA:
    CURVA GLICÊMICA
    RESULTADOS
    Jejum 114 mg/dL
    30 min 214 mg/dL
    60 min 284 mg/dL
    90 min 263 mg/dl
    120 min 201 mg/dl

    CURVA INSULINICA
    Jejum 14,6 uU/mL
    30 min 48,9 uU/mL
    60 min 178,4 uU/mL
    90 min 216,5 uU/mL
    120 min 355,1 uU/mL
    180 min 83,6 uU/mL

    o que significa tudo isso?

    Pela atenção, obrigado

  2. Fiz um exame CURVA GLICEMICA DE 2 HORAS e o exame deu
    jejum 86
    30 145
    60 149
    90 99
    120 77

    Estou com pre-diabete ou não o que tenho que fazer

  3. quero saber se tenho tolerncaia a lactose, o resultado do meu exame foi 84.00 mg/dl em jeum, apos 30 minutos após 30 minutos 131.00 e após 60 min 106.00 mg/dl

  4. Olá , alguem poderia me orientar referente a estes resultados ?

    Sendo que meus resultados foram
    CURVA DE TOLERANCIA A GLICOSE – 4 HORAS

    GLICEMIAS
    enzimatico

    JEJUM 90 mg / dl AUSENTE
    1/2 hora 160 MG/DL AUSENTE
    1* HORA : 127 mg/dl AUSENTE
    2* HORA : 125 mg/dl AUSENTE
    3* HORA : 45 mg/dl AUSENTE
    4* HORA : 74 mg/dl AUSENTE TONTEIRA , FRAQUEZA
    OBS : REPETIDO E CONFIRMADO

    JEFFERSON

  5. Olá, tambem estou preocupado fiz os exames clinicos e os resultados foram os seguintes:

    12hs de jejum GLICOSE : 89,00 mg/dl
    02hs pós cafe: 72,00mg/dl

    O que fazer neste caso,estou correndo algum ''perigo''

  6. Minha curva glicemica foi basal: 81, após a ingestão de glicose 75g de 60 mg/dl foi para 178 e 120 mg/dl foi para 172. Isso quer dizer que estou com diabete gestacional?

  7.  meu nome é eliane tenho 31 anos o meu destro deu 147 se eu fizer caminhada e tirar os doces ela voltará ao normal. ou terei que fazer tratamento

  8. ou tudo bem o meu rsultado de glicose deu adulto:74a 109mg/dl
    criança :60a100mg/dl
    intolerantes 100a 126mg/dl
    diabéticoa acima de 126 mg/dl
    eu queria sabem sim eu estou com glicose por favor me ajuda obg !!!!

  9. o meu resultado de glicose jejum deu o resultado 108 mg/dl e fala o seguinte: sua confirmação no dia subsequente indica o diagnóstico de diabetes melito. Quero saber:- fiquei diabética ou eu continuo sendo pré-diabética? Aguardo uma resposta. Antecipadamente agradeço!

  10. tenho algumas duvidas.Nao sei quanto tempo depois de comer eu posso fazer o exame em casa, e quais os niveis ideias de glicose que eu posso ter. Estou gravida de 4 semanas e tenho 39 anos . 

  11. a minha  CURVA  GLICÊMICA DEU :TEMPOS  após 60 min .: 128 mg/dl   após 120 min.: 92 mg/dl após a administração de 75g de dextrosol via oral. obs.:após 30 min.: 142 após 90 min.: 80

  12. procurei varios sites mas este foi o mais eficiente explicando como  interpretar o resultado do exame em minhas mãos.      muito obrigada.                                                                                                                                                                                                                                 Parabens                                                                                                                                                                                                                                      catia

  13. fiz o teste no aparelho que minha mãe comprou e deu 121, entrei em desespero até entender que essa taxa só indica diabetes se for em jejum. obrigado pela informação, foi ótimo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>